7 Termos que são tendência no mundo da tecnologia

Nos universos da tecnologia e dos negócios, novos termos surgem a cada dia e outros ficam obsoletos, e isso acontece numa velocidade espantosa. É importante estar atento para incorporá-los à rotina de trabalho.

 

Embora muitos desses conceitos já tenham sido criados há mais de uma ou duas décadas, a completa inserção ao dia a dia das empresas se realiza de maneira gradual e muitos profissionais ainda têm dúvidas sobre algumas expressões.


Por isso, selecionamos 7 termos que você não pode deixar de conhecer:

  1. Big Data – grandes volumes de dados que facilitam as tomadas de decisões nos negócios. Quando analisado de forma eficaz, o Big Data gera insights levando às melhores escolhas nos direcionamentos estratégicos.

  2. Analytics – processo analítico e inteligente de coleta, seleção, armazenamento e interpretação de conjuntos de dados em um tempo extremamente reduzido por softwares de altíssimo desempenho. Trata-se do cruzamento de uma infinidade de informações ligadas aos ambientes internos e externos. Um verdadeiro guia para a tomada de decisões. Diversos tipos de análises compõe o termo Analytics como a Modelagem Estatística, Previsão e Data Mining.

  3. Business Intelligence – termo do Gartner também conhecido pela sigla BI, “Inteligência de Negócios” ou “Inteligência Empresarial” em português. É um conjunto de técnicas e ferramentas que auxiliam na transformação e condensação de dados brutos em informações significativas e uteis. Contribui para melhorar e otimizar as decisões e o desempenho de empresas que buscam melhorar a competitividade e a estabilidade dentro do mercado a longo prazo.

  4. KPI – Key Performance Indicator, sigla que corresponde a Indicador-chave de Desempenho em português. O conceito de KPI é definido na citação de Robert Kaplan e David Norton, autores da metodologia BSC Balanced Scorecard, “O que não é medido, não é gerenciado”. Os KPIs são ferramentas de gestão; na prática, medidas quantificáveis que avaliam o desempenho e o sucesso de uma organização. Esses indicadores determinam se as metas estão sendo atingidas e consequentemente, se será preciso adotar estratégias diferentes para melhorar os resultados atuais.

  5. APIs – Application Programming Interface, “Interface de Programação de Aplicações” é um conjunto de rotinas e padrões estabelecidos por um software para a utilização das suas funcionalidades por aplicativos e sites. Quando uma pessoa acessa o site de um hotel ou restaurante, por exemplo, é possível visualizar dentro do próprio site o mapa do Google Maps e saber a localização exata do estabelecimento. Este recurso possibilita definir o melhor trajeto a seguir. Tal procedimento é realizado por meio da interface.

  6. Machine Learning – “Aprendizado da Máquina” é um método em que algoritmos baseados em análise e reconhecimento de padrões de comportamento específicos, aprendem e interagem sem programação previa. Um exemplo é o site da Netflix que analisa as escolhas de filmes dos usuários e com o passar do tempo, sugere opções de títulos similares aos já assistidos. O Machine Learning tem sido largamente aplicado no processo de detecções de fraudes.

  7. IoT – Internet of Things,Internet das Coisas” é um conceito tecnológico em que todos os objetos da vida cotidiana estariam conectados à internet, agindo de modo inteligente. É a fusão do “mundo real” com o “mundo digital”. Cada vez mais surgem eletrodomésticos, acessórios e transportes conectados à Internet e a outros dispositivos, como computadores e smartphones. Um exemplo de aplicação da Internet das Coisas em infraestrutura é a parceria entre a fabricante de elevadores Thyssenkrupp e a Microsoft. As empresas desenvolveram um sistema inteligente de monitoramento online dos elevadores da marca. O intuito é prestar assistência em tempo real e evitar acidentes com manutenções preventivas.

0 views0 comments

Recent Posts

See All

Em sua 4ª edição, o OPEN DAY 2018 se consolidou na agenda de eventos de business intelligence e tecnologia no Rio de Janeiro. Promovido pela IesBrazil, em parceria com a TIBCO, o evento reuniu cerca d

O OPEN DAY 2018, que será realizado na próxima semana, no dia 18 de outubro, contará com palestras de consultores da TIBCO e cases de sucesso do Spotfire em empresas como Petrobras, Klabin e Cielo M4U

Mais uma vez o trabalho desenvolvido pela Klabin em ambiente TIBCO  será apresentado ao público em 18 de Outubro próximo, dessa vez com o Título “Arquitetura de Self Service BI utilizando soluções TIB